Olá!!!
Posso ajudar?

Produtos para cães e gatos, brinquedos para cães destruidores e moderados, camas elevadas e portas de passagem.

Aviso X

0

R$ 0,00

Que pena!

Ainda não há itens em seu carrinho.

Petfriendly: mais do que lugar, um conceito!

quarta-feira, 19 de janeiro de 2022 20h04min45s America/Sao_Paulo

Por buddytoys buddytoys

Petfriendly: mais do que lugar, um conceito!

Todo mundo que tem e ama seu animal de estimação gosta de passar o máximo de tempo possível com o bichinho. Por isso, leva-lo a todos os lugares para além da casa, como em passeios ao ar livre, restaurantes, parques e viagens torna-se tão primordial.

Para que isso aconteça, é importante que você cheque se o local é do tipo Petfriendly. A tradução literal do termo em inglês significa ‘amigo dos animais’. Em outras palavras, o estabelecimento que tem esse selo está, na teoria, apto para recebê-los.
 
No entanto, antes de fechar uma hospedagem Petfriendly, por exemplo, há uma série de regras que você precisa se atentar para ter certeza de que o local vai receber seu animal de estimação de forma adequada.

Por isso, separamos algumas dicas úteis para que você possa fazer a escolha mais segura para o seu pet. 

Agora que você já entendeu o conceito de Petfriendly, vamos ajuda-lo a entender quais são os pontos que você deve se atentar na hora de escolher um estabelecimento para levar seu animal de estimação, ou seja, ter certeza que seu pet será recebido com todo o cuidado e atenção que ele precisa.

As regras do local, a equipe, os recursos do estabelecimento e quais tipos de animais são aceitos estão entre os pontos principais para se fazer uma escolha segura.

Veja quais são as regras do local Petfriendly

Cada estabelecimento Petfriendly tem suas regras específicas, mas há algumas que são comuns a todos, como por exemplo, a obrigação do uso de coleira e guia. É necessário que o animal tenha um comportamento dócil para não colocar em risco aqueles que frequentam o lugar, ainda mas se ele costuma ser mais arredio, o ideal é o uso de focinheira.

Alguns locais pedem que animais de pequeno porte se mantenham no colo de seus donos, em áreas comuns. Tem outros que pedem a obrigação da focinheira em animais de grande porte. Todo tutor é responsável por recolher fezes e manter o ambiente limpo, já que se trata de um local usado de forma coletiva.

Aproveite e conheça as opções de hotéis Petfriendly em São Paulo.

Equipe de atendimento precisa lidar e receber os animais no local

Geralmente os bichinhos que são aceitos nos estabelecimentos Petfriendly são cães e gatos, porque são os animais de estimação mais comuns. Com isso, a equipe do local que aceita recebê-los precisa estar bem treinada para entender as diferenças de comportamento entre as raças e as necessidades específicas de cada um.

Se no local tiver algum tipo de atendimento veterinário, com profissionais especializados, já é um super diferencial, pois certamente eles ajudarão os pets em situações adversas.

Possui recursos básicos para atender as necessidades dos animais de estimação

Um local Petfriendly precisa ter no mínimo bebedouros com água fresca espalhados em lugares diferentes e oferta de saquinhos para a retirada das fezes dos animais, bem como lixeiras próprias para o descarte do material.

Caso os estabelecimentos tenham restaurantes próprios - hotéis e pousadas - é fundamental que eles recebam o pet, já que quem viaja com seu animal precisa ficar de olho no bichinho 100% do tempo.

Possuir áreas em que tutores e animais fiquem mais à vontade

É muito importante também que um estabelecimento Petfriendly tenha áreas específicas para que os tutores dos animais possam leva-los para ficarem mais à vontade nos momentos de descanso.
Nesses locais os pets conseguem brincar, relaxar mais, fazer as necessidades e curtir a companhia de seus donos com mais tranquilidade, até porque os bichinhos também estão em viagem muitas vezes, não é mesmo?

Aceitar todos os tipos de animais independente de raça e tamanho

Outro ponto muito relevante que você deve levar em consideração na hora de escolher seu destino de lazer Petfriendly é saber se o estabelecimento que você está de olho tem limitações quanto ao tamanho do animal.

Infelizmente, não são todos os locais que têm estrutura para receber qualquer tipo de animal de estimação, e com isso muitos impõem restrições quanto ao tamanho do pet. Se certificar disso é fundamental para você escolher uma hospedagem mais adequada ao seu pet, por exemplo. Compreensão de ocorrências ligadas ao comportamento do pet
Compreensão de ocorrências ligadas ao comportamento do pet

Latidos e miados excessivos ou necessidades feitas em lugares impróprios devem ser encaradas com mais naturalidade. Contudo, é importante frisar também que é de responsabilidade do dono do animal cuidar para que essas situações não sejam frequentes.

Ao se certificar de todos esses pontos, e eles estando em conformidade com as necessidades do seu animal de estimação, não tem o que se preocupar! É só fazer as malas, separar tudo do seu pet, não esquecer os brinquedos dele e botar o pé na estrada com o seu super amigo e filho de quatro patas. Todas essas dicas valem para lugares públicos Bom divertimento!

Fique de olho se o local é realmente Petfriendly para o bem do seu pet!

Todas as dicas que demos até agora devem ser levadas à risca porque, afinal, estamos tratando de um dos seres mais importantes para você, o seu animal de estimação, não é mesmo? É importante ficar de olho porque nem todo estabelecimento que se autodenomina Petfriendly de fato segue as regras básicas para receber um animalzinho.
Os cuidados mais importantes são checar se há restrição de tamanho de animal, se há obrigatoriedade de focinheira, se o animal pode circular pelo estabelecimento ou se ele precisa ficar no colo do tutor, se a equipe está treinada para lidar com comportamentos dos pets, se há uma área reservada para os animais e se, os outros espaços do estabelecimento, como um restaurante, também aceitam os pets.

Ao se certificar de todos esses pontos, e eles estando em conformidade com as necessidades do seu animal de estimação, não tem com o que se preocupar! É só curtir esses locais, não esquecer os brinquedos dele e se divertir,